Capacitação para profissionais do FB Baby

12/07/2010

Durante dois dias, cerca de 90 profissionais tiveram um intercâmbio de conhecimentos sobre aspectos do desenvolvimento do bebê a partir de uma visão da psicanálise.

Da França para o Ceará, a psicanalista Lia Batista Valseth, professora do Master Psicopatologia e Psicanálise Infantil - Université Paris XIII ministrou curso de Capacitação em Puericultura com ênfase no Psiquismo Infantil *, nos últimos dias 10 e 11 de julho, para profissionais que cuidam dos bebês nas sedes da Organização Educacional Farias Brito. Ao todo, cerca de 90 profissionais aprenderam sobre o “vir a ser bebê”, a “formação do corpo do bebê” e a “linguagem dos gestos”, dentre outros temas que situaram a Psicanálise no cotidiano e que, aliadas à vasta experiência da palestrante em creches na França, contribuíram para a formação de professoras, auxiliares e equipe técnica do FB Baby **.

No curso, Lia Valseth destacou a importância da habilitação dos profissionais no desenvolvimento dos pequeninos. “Em todas as profissões, existe uma grande parte de amor pelo objeto no qual se exerce o nosso trabalho. Mas, precisamos de certo grau de técnica para exercê-la. A relação do profissional com o bebê necessita de um apoio constante. Tentaria usar como metáfora as ‘bonecas russas’. Para intervir na bonequinha menor, é preciso uma boneca maior que também vai precisar de uma maior. O bebê precisa destas várias ‘camadas’ superpostas de profissionais que interajam entre si”, destaca.

FB BABY
Criado desde 2005, o FB Baby Brito iniciou suas atividades na sede Seis Bocas como creche-escola para cuidar dos bebês de 0 a 3 anos, contando com uma equipe multidisciplinar formada por pedagogas, psicólogas, nutricionista, fonoaudióloga e psicomotricista. Em agosto de 2010, foi criado o FB Baby Aldeota para crianças de 0 a 2 anos. Atualmente, os cuidados dedicados aos bebês, assim como a estrutura física das sedes do Farias Brito, são referências de qualidade, com atividades que visam o desenvolvimento dos bebês de quatro meses a dois anos nos aspectos psicomotor; sócio-afetivo; cognitivo; e nutricional.